Mianmar – A batalha salesiana contra as drogas

17 agosto 2016

(ANS – Myitkyina) – Em Myitkina, no Estado de Kachin, ao norte do Myanamar, foi aberto há 15 anos e está-se desenvolvendo como resposta às exigências da juventude local o Instituto Técnico Profissional Dom Bosco (DBVTC, em inglês). Dos mais de 100 jovens de ambos os sexos, entre 14 e 32 anos, que o frequentam, alguns caíram na armadilha das drogas. Eis a história um deles.

Pelo P. Victor Khun Myat Aung SDB

Como foi?

No colegial comecei a tomar uns comprimidos. Depois veio o convite de alguns amigos: “Experimente o ópio negro”. Depois de cheirar o pó preto, passei ao branco... Até ao hábito das injeções. (...) Tinha 16 anos!

Passou 6-9 meses num centro protestante para a reabilitação. Como avalia a experiência?

Pais e parentes queriam salvar-me da dependência e levaram-me – manietado – ao centro de reabilitação. Depois de alguns meses de ressentimento, dei-me conta de que devia ‘levantar-me’. Mas terminado aquele período, o ambiente circunstante não me ajudou a fortificar-me totalmente perante as tentações de todos os dias. No centro aprendi a gostar da Bíblia: passava até seis horas estudando-a e confrontando-me com os pastores! Mas tinha também medo de severas punições! Finalmente compreendi toda a inutilidade da droga e a necessidade de começar uma vida nova.

Como se pode prevenir a toxicodependência?

Gostaria de dizer a outros jovens que se alguém começa, já deverá começar também a gastar dinheiro: e... pelo resto da vida! (…) Gostaria de dizer-lhes que não acreditem nos amigos que lhes asseguram que o ópio lhe trará maravilhosas sensações. (…) Gostaria de dizer-lhes: poupem-se dessa desgraça: desgraça para eles e para seus amigos!

A que aspira agora?

Definitivamente libertado das drogas, gostaria de ter um bom emprego. No momento faço o Curso de conserto de celulares: sonho com iniciar uma pequena ‘empresa’. E também com servir as pessoas necessitadas, em meu derredor.

De que gosta do DBTVC?

Estou convencido de que aqui posso mudar minha vida e reconstruí-la melhor. Gosto sobretudo da educação à fé, da catequese, e dos Salesianos que sempre nos dizem: “É preciso fazer tudo com convicção e crescer no que faz por dever, segundo as próprias possibilidades”.

No Estado de Kakchin, onde a paz continua instável e vulnerável, muitas pessoas caem facilmente nas garras da toxicodependência. Por isso, os Salesianos estão em busca do auxílio de mais Coirmãos com experiência no ministério da reabilitação.

View the embedded image gallery online at:
http://www.infoans.org/pt/component/k2/item/1558#sigProId34079a1c38

InfoANS

ANS - “Agência iNfo Salesiana” - é um periódico plurissemanal telemático, órgão de comunicação da Congregação Salesiana, inscrito no Registro da Imprensa do Tribunal de Roma, n. 153/2007. 

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".