Etiópia – Novas oportunidades para o futuro dos refugiados graças a Salesianos e VIS

20 junho 2018

(ANS – Gambela) – Tem apenas 22 anos, mas deve cuidar de quatro crianças: duas suas e duas de sua irmã, morta junto com o marido durante os confrontos no Sudão do Sul. Nyanthiay tomou consigo os pequenos e caminhou por 20 dias pelo rumo da Etiópia: “Fui obrigada a deixar meu marido e minha mãe. Meu objetivo era salvar as crianças, levá-las a um lugar seguro onde não houvesse fome nem guerra”. Nyanthiay está entre os mais de 17.000 refugiados procedentes do Sudão do Sul, vindos este ano ao campo de Nguenyyiel, na região de Gambela, em que há 100.000.

A proteção da infância e a formação profissional dos jovens faz parte do projeto que os Salesianos na Etiópia, junto com a Ong “Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento” (VIS), levam à frente nesse campo. Além do centro recreativo e esportivo, que oferece às crianças e aos adolescentes do local um lugar educativo e seguro, começaram em fevereiro passado cursos curtos (marcenaria, edificação, alfaiataria, cabeleireira), que envolveram 140 entre rapazes e moças do campo, graças ao apoio financeiro da Agência Italiana para a Cooperação ao Desenvolvimento (AICS).

O cursos foram ministrados pelo pessoal dos Salesianos e envolveram, tal como quer o estilo herdado de Dom Bosco, os Jovens mais marginalizados e excluídos dos percursos escolares “clássicos”. A todos foram propostas atividades práticas e úteis para a aprendizagem de uma profissão, a fim de que pudessem no futuro, mesmo próximo, achar um trabalho e melhorar a qualidade de vida, sua e dos seus caros.

Os alunos frequentaram os laboratórios/oficinas com entusiasmo, e alguns deles se organizaram em grupo para continuar autonomamente a profissão aprendida, graças a ‘kits’ especialmente fornecidos pelos Agentes do projeto, a fim de ajudá-los na delicada fase do ingresso ao mundo do trabalho.

Domingo passado, 17 de junho, realizou-se no campo o evento de encerramento do projeto, com a premiação dos primeiros cinco alunos de cada curso, com a exposição (de finalidade demonstrativa) de alguns produtos artesanais nas oficinas, e com diversas multicoloridas exibições artísticas.

Graças ao suporte do VIS, o Centro ativo no campo ficará aberto também depois do encerramento dos cursos. Mas está-se já pensando num segundo ciclo desses cursos profissionais, a serem sempre organizados com a contribuição da experiência dos Salesianos.

View the embedded image gallery online at:
http://www.infoans.org/pt/component/k2/item/5738#sigProIda2ccc1246c

InfoANS

ANS - “Agência iNfo Salesiana” - é um periódico plurissemanal telemático, órgão de comunicação da Congregação Salesiana, inscrito no Registro da Imprensa do Tribunal de Roma, n. 153/2007. 

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".