EDITORIAL

Pôr-se na “pele dos outros”

O cenário mundial vai-se mais e mais caracterizando ultimamente por um marcado clima de intolerância difusa: a violência e a xenofobia geram uma cultura de divisão. Desse modo, na vida de cada dia – tanto na família quanto com os amigos e nas associações ou grupos – experimentamos, de um lado, a necessidade de viver relações autênticas e, do outro, a triste realidade do desgaste, da falência...

22 de maio de 2017 e 22h35 locais. O concerto da ‘pop star’ americana Ariana Grande na arena de Manchester City se transforma numa noite de terror.No ataque terrorista encontram a morte 22 pessoas, meninos e meninas, em sua maioria adolescentes... Depois de alguns dias repetem-se ataques no Egito, no Afeganistão e, mais recentemente, em Londres, fazendo subir tragicamente o balanço das vítimas.

A classe média da santidade

Durante um recente encontro no Vaticano dos noviços salesianos com o Papa Francisco, um noviço pediu, como é natural para eles, uma palavra sobre a santidade. E o Papa respondeu: “ 'Caminha à minha presença e sê irrepreensível'. É a melhor definição de santidade: são palavras de Deus dirigidas a Abraão. Domingos Sávio tinha o hábito de viver na presença de Deus e, também atualizando um pouco a coisa, creio que hoje é possível ser santo. Gente heroica, pais, avós, jovens, os santos ocultos, ou como alguém de origem francesa disse: ‘aqueles que pertencem à classe média da santidade’ que não são vistos, mas existem”.

Num dia de protestos e de enfrentamento na Venezuela, dois jovens foram mortos a sangue frio. Carlos José Moreno Barón não pôde chegar ao seu destino, foi assassinado quando ia ao campo de futebol. Paula Ramírez Gómez, de 23 anos, foi atingida quando voltada de uma entrevista de trabalho e passava pela Praça San Carlos de San Cristóbal. Ou seja, tampouco ela estava participando dos protestos.

InfoANS

ANS - “Agência iNfo Salesiana” - é um periódico plurissemanal telemático, órgão de comunicação da Congregação Salesiana, inscrito no Registro da Imprensa do Tribunal de Roma, n. 153/2007. 

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".