Print this page

Paraguai - Milhares de jovens em peregrinação a Caacupé, com o lema: "Levar muitos frutos"

06 dezembro 2018

(ANS - Caacupé) - Como todos os anos, alguns dias antes do dia 8 de dezembro, centenas de milhares de paraguaios, de todos os cantos do país, realizam uma peregrinação ao santuário de Caacupé. Entre os caminhantes e peregrinos, há centenas de jovens do Movimento Juvenil Salesiano (MGS).

A esta peregrinação de milhares de pessoas, unem-se centenas de jovens com o único propósito de mostrar seu amor à Virgem, movidos pela fé. Esta tradição espiritual, que mobiliza centenas de milhares de pessoas em um percurso de vários quilômetros em agradecimento à Virgem de Caacupé pelas coisas boas que aconteceram durante o ano e proteção para o próximo ano, nasceu a partir da lenda do indígena José e sua maneira de agradecer a Nossa Senhora por um milagre recebido.

"Caacupé não representa apenas um lugar, mas um sentimento, é o exemplo mais completo de devoção e fé da maioria dos paraguaios, que anualmente se reúnem na 'capital espiritual' do Paraguai", conta um participante.

Para isso, a partir das primeiras horas do sábado, primeiro de dezembro, milhares de jovens do MJS, animadores, responsáveis e salesianos de diferentes presenças, reuniram-se em Ypacaraí para participar desta peregrinação nacional tradicional para Caacupé, que este ano teve como lema " Para levar muitos frutos".

Das 9 da manhã até o início da tarde, os jovens compartilharam cantos, animação e catequese. A partir das 16h, iniciaram a peregrinação de nove quilômetros à esplanada da Basílica de Caacupé. Enfim, às 19 horas, todos participaram de uma celebração eucarística, presidida pelo padre Pedro Jubinville, especialmente dedicada aos participantes da "XXI Jornada Nacional da Juventude".

Ao final da comemoração, os jovens leram um manifesto assinado que denunciava a falta de oportunidades a um trabalho decente e o aumento do tráfico de drogas e da violência no país. Eles também clamaram por uma educação de qualidade que esteja ao alcance de todos, sem excluir ninguém.

"Convidamos todos os jovens a serem protagonistas desta época, queremos que jovens corajosos desçam em campo para jogar de forma limpa, dando tudo por um país melhor; jovens que não se calem diante das injustiças, que sejam cúmplices das irregularidades, que expressem o que os preocupa e os toca, que tenham uma participação ativa e permanente a serviço do país e sua comunidade" expressa o manifesto lido no final da missa.

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".