Print this page

Timor Leste – Acompanhamento salesiano em ação
Featured

28 março 2018

(ANS – Dili) – Com cerca de 80 Salesianos em formação Timor Leste é atualmente um viveiro de jovens Salesianos. O acompanhamento feito nas quatro casas de formação – dois aspirantados, em Dili e Fatumaca, o pré-noviciado de Los Palos e o Noviciado de Fatumaca – é determinante para o florescimento do carisma salesiano no País.

O aspirantado situado na obra “Don Bosco Centec” de Dili acolhe atualmente 19 jovens vindos de todo o País, que não tiveram experiências anteriores de educação salesiana, e só ali começam a conhecer a espiritualidade e o carisma de Dom Bosco.

Os aspirantes residem no mesmo internato que recebe jovens alunos do anexo Centro Técnico-Profissional, e eles mesmos recebem aulas nas habilidades técnicas, com os de língua (inglês e português) e de salesianidade. Participam também da vida de oração com os 7 Salesianos da comunidade e, no fim de semana, dedicam-se à animação das atividades do oratório. Acrescentam-se a eles outro grupo de aspirantes, em Fatumaca. “Se Deus quiser, a maior parte dos dois grupos de aspirantes se encontrará para o pré-noviciado de Los Palos”, espera o P. Yohannes Laba, SDB, diretor do aspirantado de Dili.

O pós-noviciado “Beato Filipe Rinaldi”, de Dili, com 39 Salesianos é, por sua vez, a maior comunidade salesiana do País, onde 3 candidatos à vida salesiana laical e 29 candidatos ao sacerdócio são acompanhados no seu crescimento espiritual pelo diretor, P. Manuel Pinto, e outros formadores.

Caracterizada por um intenso clima de família e oração, a vida comunitária desenvolve-se ao redor de cinco âmbitos (missionário, litúrgico, esportivo, pastoral e cultural), com um sério ministério educativo-pastoral realizado durante a semana nos oratórios ao redor de Dili. A formação e a animação missionária são aspectos peculiares da comunidade, tanto que há vários anos se conta todos os anos com 2-3 estudantes empenhados no discernimento para a missão ad gentes. Ainda neste ano a comunidade decidiu abrir um novo âmbito colaborando na pastoral carcerária local.

Todo pós-noviço, orientado pelo confessor, pelo guia espiritual e pelo próprio projeto pessoal de vida, inicia o caminho cotidiano de crescimento vocacional.

Fonte: AustraLasia

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".