Madagascar - "O Senhor não se deixa vencer em generosidade!" O testemunho missionário do padre Corselli

03 dezembro 2018

(ANS - Antananarivo) - "Na minha vida tudo sempre aconteceu por acaso: eu não pretendia me tornar padre, nem me tornar salesiano", conta o padre Giovanni Corselli, SDB. Nascido em Catania, em 1943, ele também não tinha planejado partir como missionário: "Se realmente houver necessidade, eu posso ir", foi a frase que ele deixou escapar durante uma Capítulo Inspetorial, quando já contava com 37 anos de idade. Hoje, depois de 36 anos em Madagascar, ele agradece a Deus por todos os "imprevistos" de sua vida.

Se hoje o padre Corselli é um filho espiritual de Dom Bosco, ele deve isso a um salesiano que, há 65 anos, literalmente pisou os pés de sua mãe em um ônibus. Esse pequeno incidente foi a ocasião que permitiu à mãe do pequeno Giovanni conhecer a possibilidade de matricular o filho no instituto salesiano de Pedara.

De caráter determinado, apesar de seus apenas 10 anos de idade, Giovanni inicialmente recusou: ele não queria ir a uma escola de padres! Mas, assim que visitou o instituto, o sorriso do primeiro salesiano que conheceu e a possibilidade de brincar naquele pátio fizeram com que ele mudasse de ideia. Tanto que, cinco anos depois, era ele quem tentava convencer seus pais: "Agora quero fazer com os outros jovens o que os salesianos fizeram comigo".

Passados os anos de formação salesiana e os primeiros trabalhos com crianças e necessitados, era o ano 1980, ano em que a Congregação Salesiana lançou o Projeto África. A sua Inspetoria estava indecisa sobre sua participação, mas o padre Corselli era um dos mais determinados em motivar a participação: um convite tinha chegado e precisava ser respondido; além disso, a missão poderia despertar novas vocações. Acima de tudo, ele tinha uma certeza: "O Senhor não se deixa vencer em generosidade!"

Então, sem dar muito peso às palavras que pronunciava, ele deixou escapar a frase que teria marcado para sempre o curso de sua vida: "Se realmente for necessário, eu também posso ir".
Hoje, padre Corselli é mestre de noviços em Ambohidratrimo, um subúrbio próximo à capital, Antananarivo. "Tenho bom relacionamento com eles e parece-me que eles gostam de mim assim como eu gosto deles", diz ele. “Meu empenho é leva-los a compreender em primeira mão as necessidades e as dificuldades das pessoas, para incentivá-los a fazer de suas vidas um serviço de amor”.

"A cada dia agradeço ao Senhor por ter-me feito cristão e salesiano e por ter me enviado em missão para Madagascar! Foi um presente maravilhoso do Senhor!", conclui padre Corselli. 

InfoANS

ANS - “Agência iNfo Salesiana” - é um periódico plurissemanal telemático, órgão de comunicação da Congregação Salesiana, inscrito no Registro da Imprensa do Tribunal de Roma, n. 153/2007. 

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".