Print this page

Austrália – Os Bispos confiam toda a Nação a Maria Auxiliadora

27 maio 2020

(ANS - Melbourne) - Enquanto a pandemia do Covid-19 continua a afetar a vida dos australianos, os Bispos Católicos decidiram confiar toda a Nação da Austrália aos cuidados de Maria Auxiliadora. O ato, a ser realizado por meio de uma oração especialmente composta para a ocasião, foi realizado em muitas paróquias e comunidades de todo o país, tanto no domingo 24 (na normal recorrência da Festa) quanto no dia seguinte, segunda-feira, para aquelas realidades que transferiram as celebrações devido à concomitância com Solenidade da Ascensão do Senhor.

Maria Auxiliadora é a Padroeira Oficial da Austrália desde 1844 e a decisão de confiar o país a Maria Auxiliadora foi tomada durante a reunião plenária da Conferência Episcopal Católica Australiana, realizada por videoconferência, na primeira quinzena de maio.

"Os bispos australianos – lemos na moção final do encontro – confiam a Austrália ao Imaculado Coração de Maria sob o título de Nossa Senhora Auxiliadora, buscando a sua intercessão para a segurança de todo o nosso povo, especialmente neste período da pandemia do Covid-19".

Na mensagem divulgada há alguns dias, os Prelados também reconheceram que o país "certamente sofreu por causa da pandemia, mas não tanto quanto outros no Mundo... Por isso agradecemos a Deus, e parabenizamos as Autoridades e Governos de saúde pública pelas ‘respostas rápidas e prudentes’".

Na mesma mensagem os senhores Bispos também haviam notado "ansiedades, devidas ao vírus e aos confinamentos", e enfatizaram "uma autêntica fome" pelos sacramentos por parte dos Fiéis. Entretanto, e ao mesmo tempo, exortaram-nos a continuar a aderir às indicações governamentais e de saúde, dizendo que estão trabalhando com as Autoridades sobre quando e como reabrir as igrejas.

Na comunidade salesiana de Brunswick, perto de Melbourne, Estado de Vitória, a oração de entrega foi recitada no final da missa do domingo, dia 24, também transmitida via streaming, visto que da Celebração só podem participar no máximo 10 pessoas. Após a Concelebração, o P. Anthony Nguyen SDB, Pároco da Igreja Santa Margarida Maria Alacoque, guiou a Oração, simbolicamente acompanhado por uma família, uma religiosa e crianças.

Atualmente na Austrália, o Covid-19 causou 7.133 contágios e 102 mortes. O país está em 'lockdown' desde o final de março, embora já no início de maio tivessem sido previstas algumas medidas de flexibilização das restrições.

Na comunidade de Brunswick, a igreja e o centro juvenil ainda estão fechados, enquanto o internato está aberto e acolhe os alunos que seguem as aulas online como todos os seus colegas. "Rezamos intensamente e nos confiamos ao amor e à proteção de Deus, de Maria Auxiliadora e de São João Bosco" – conclui o P. Nguyen.

Australia – I vescovi affidano l’intera Nazione a Maria Ausiliatrice

(ANS – Sydney) – Mentre la pandemia di Covid-19 continua a colpire la vita degli Australiani, i vescovi cattolici hanno deciso di affidare l’intera Nazione dell’Australia alle cure di Maria Ausiliatrice. L’atto, da realizzare mediante una preghiera appositamente composta per l’occasione, è stato realizzato in molte parrocchie e comunità di tutto il Paese, sia nella giornata di domenica 24, nella tradizionale ricorrenza della festa, sia nella giornata di lunedì, per quelle realtà che hanno posticipato le celebrazioni a motivo della concomitanza con la solennità dell’Ascensione.

Maria Ausiliatrice è la patrona ufficiale dell’Australia dal 1844 e la decisione di affidare il Paese a Maria Ausiliatrice è sorta durante l’incontro plenario della Conferenza Episcopale Cattolica Australiana realizzato, in modalità di videoconferenza, nella prima metà del mese di maggio.

“I vescovi australiani – si legge nella mozione conclusiva dell’incontro – affidano l’Australia al Cuore Immacolato di Maria sotto il titolo di Nostra Signora Ausiliatrice, cercando la sua intercessione per la sicurezza di tutto il nostro popolo, specialmente in questo periodo di pandemia di Covid-19”.

Nel messaggio diffuso pochi giorni fa, i presuli hanno anche riconosciuto che il Paese “ha certamente sofferto a causa della pandemia, ma non così gravemente come altri nel mondo…  Per questo ringraziamo Dio e ci congratuliamo con le autorità e i governi della sanità pubblica per le ‘risposte rapide e prudenti’”.

Nello stesso messaggio i vescovi avevano anche notato “l’ansia per il virus e le chiusure”, e sottolineato “una vera e propria fame” dei sacramenti da parte dei fedeli. Al tempo stesso li hanno esortati a continuare ad aderire alle indicazioni governative e sanitarie hanno detto che stanno lavorando con le autorità su quando e come riaprire le chiese.

Nella comunità salesiana di Brunswick, Stato di Victoria, la preghiera di affidamento è stata recitata alla fine della Messa di domenica 24, trasmessa anche in streaming dato che alla celebrazione possono partecipare al massimo 10 persone. Ultimata la celebrazione, don Anthony Nguyen, SDB, parroco della chiesa “Santa Margherita Maria Alacoque”, ha guidato la preghiera, accompagnato simbolicamente da una famiglia, una suora e dei bambini.

Attualmente in Australia Covid-19 ha causato 7.133 contagi e 102 vittime. Il Paese è in lockdown da fine marzo, sebbene ad inizio maggio sono state previste alcune misure di allentamento delle restrizioni.

Nella comunità di Brunswick la chiesa e il centro giovanile sono ancora chiusi, mentre l’ostello è aperto e ospita gli allievi internisti, che seguono le lezioni online come tutti i loro colleghi. “Preghiamo con forza e ci affidiamo all’amore e alla protezione del Signore, di Maria Ausiliatrice e di San Giovanni Bosco” conclude don Nguyen.

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".