Sudão do Sul – Comemorar datas internacionais com gestos concretos. O exemplo dos Salesianos em Gumbo

16 outubro 2020

(ANS - Juba) - Nos dias 15, 16 e 17 de outubro, o mundo celebra três datas importantes, respectivamente: o Dia Internacional da Mulher Trabalhadora Rural, o Dia Mundial da Alimentação e o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza. O objetivo destes eventos é chamar a atenção para problemas que ainda não encontram solução hoje, mas aos quais é impensável não se dedicar com todas as forças. Ou seja, dar o melhor de si, como fazem tantos membros da Família Salesiana e herdeiros do carisma de Dom Bosco, num compromisso comum que chega a diversos países e continentes.

Gumbo é um subúrbio da capital do país, Juba. Ali, os salesianos têm uma missão de 10 hectares de terra que faz fronteira com um grande campo de refugiados. Na missão, todos os dias fervilham atividades: há aulas do ensino fundamental, preparação de milhares de refeições, assistência médica prestada por meio de um sistema de monitoramento de saúde para mães e filhos, e cultivo da terra, trabalho realizado principalmente por mulheres.

Numa parte dos terrenos da missão, as Filhas de Maria Auxiliadora do “Centro Mazzarello para Mulheres” têm um Centro de Formação Profissional voltado especificamente a essas mulheres.

Certo dia, ao visitar o campo de refugiados, as missionárias notaram, entre as cabanas, pequenas hortas, não mais do que 3-4 metros quadrados de terra, cultivada com infinito cuidado. A consequência natural foi pensar em algo mais concreto.

Assim nasceu o projeto agrícola que hoje envolve 150 mulheres, garantindo a segurança alimentar de suas famílias (muitas vezes composta apenas por mães e filhos). O solo daquele país é fértil. Foram os anos de guerra civil, fome, migrações e dezenas de outras causas que impediram a exploração agrícola até agora.

As religiosas reservaram uma grande parcela do terreno da missão - cerca de 500 metros quadrados – divididos em três áreas: a primeira, dedicada a "escola", onde as mulheres aprendem a cultivar; a segunda foi dividida em pequenos lotes, destinados a cada mulher; e a terceira destinada ao cultivo comunitário, realizado pelas mulheres divididas em grupos. Paralelamente a este projeto agrícola, também está sendo desenvolvido um projeto de criação de animais (como galinhas e cabras).

Hoje, na missão salesiana do Gumbo, 300 famílias recebem apoio alimentar, garantindo uma refeição diária a 2.500 crianças, enquanto suas mães frequentam o centro de formação profissional das religiosas (alfabetização, costura, culinária) e outras 150 mulheres se dedicam à agricultura e à criação de animais.

Graças à generosidade de seus Benfeitores, a Procuradoria Missionária Salesiana de Turim, “Missioni Don Bosco”, pôde adquirir um novo trator, construir duas torres e nelas instalar dois grandes reservatórios, destinados à irrigação e à alimentação animal.

Não se trata apenas de palavras mas de gestos concretos, que estão a melhorar – não de pouco – a qualidade de vida das Pessoas.

ARTIGOS CORRELATOS

InfoANS

ANS - “Agência iNfo Salesiana” - é um periódico plurissemanal telemático, órgão de comunicação da Congregação Salesiana, inscrito no Registro da Imprensa do Tribunal de Roma, n. 153/2007. 

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".