Bélgica – "Don Bosco International" e "European Sunday Alliance": um domingo sem trabalho para o futuro da Europa

24 setembro 2021
Foto: Jessica Rockowitz

(ANS - Bruxelas) – No dia 9 de maio de 2021, a União Europeia lançou uma plataforma digital em diversos idiomas para que os cidadãos europeus possam partilhar ideias e organizar eventos para repensar o futuro da Europa. A iniciativa representou o lançamento de um exercício participativo denominado "Conferência sobre o Futuro da Europa", que envolve cidadãos selecionados aleatoriamente e representantes eleitos, e que deverá chegar a um consenso sobre algumas propostas concretas de reforma da União Europeia até a primavera de 2022.

Muitos atores da sociedade civil já estão organizando eventos e compartilhando ideias em diferentes níveis. Entre as mesmas se encontra a "European Sunday Alliance" ("Aliança Europeia para o Domingo (ESA, em inglês)) – uma vasta rede de mais de 100 organizações, entre "Alianças para o Domingo" nacionais, sindicatos, organizações de empregadores, associações da sociedade civil, igrejas e comunidades religiosas da União Europeia, todas comprometidas na sensibilização sobre o valor único do domingo para a sociedade e a importância de um dia de descanso comum – .

"Don Bosco International" (DBI), Entidade que representa as instituições salesianas nos organismos da União Europeia, na qualidade de membro do Comitê Diretivo da ESA, colocou na plataforma uma proposta acordada para promover a adoção de um dia semanal sincronizado de descanso para cidadãos e trabalhadores.

“Acreditamos que este objetivo também seja importante para as crianças, jovens e suas famílias. Não se trata apenas de tradições e raízes: o que está em jogo é o futuro desenvolvimento humano integral das crianças, dos jovens e das famílias. Em nossa opinião, a União Europeia deveria continuar a cultivar um dia de folga semanal ‘comum’, cuja escolha cabe aos estados membros, que provavelmente escolheriam o domingo como o dia semanal sincronizado sem trabalho", afirma Renato Cursi, Secretário Executivo do DBI.

A ESA listou uma série de razões para apoiar a sua proposta:

  1. Quando a jornada de trabalho se fragmenta e se estende aos finais de semana, perde-se muito tempo, que no passado era usado para o engajamento cívico, atividades comuns, sociais, esportivas ou religiosas, responsabilidades domésticas, cuidados pessoais e, em geral, convivência. Esta tendência deve ser combatida por meio de um tempo de descanso mais sincronizado.
  2. Muitos trabalhadores apresentam níveis de estresse mais baixos e se recuperam melhor quando têm a possibilidade de desfrutar de momentos de lazer com suas famílias, amigos e comunidades, em vez de passarem o tempo sozinhos. Desta maneira, eles apresentam um melhor desempenho no trabalho, adoecem com menos frequência e faltam menos ao trabalho. Além da maior presença no trabalho, um melhor equilíbrio entre a vida profissional e privada, com menos estresse, traria ainda mais benefícios à competitividade das empresas: condições de trabalho saudáveis, que incluam também tempo para o lazer, favorecem a criatividade dos trabalhadores, seu envolvimento no trabalho e uma atividade maior para impulsionar a inovação.
  3. Um dia de descanso comum reforçaria a identidade cultural e seria fundamental para o voluntariado e o compromisso europeu comum.

Para se cadastrar e apoiar a proposta, clique aqui.

InfoANS

ANS - “Agência iNfo Salesiana” - é um periódico plurissemanal telemático, órgão de comunicação da Congregação Salesiana, inscrito no Registro da Imprensa do Tribunal de Roma, n. 153/2007. 

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".