Print this page

Guatemala - Um Natal entre os mais pobres: "Esta é a famosa santidade da porta ao lado"

27 dezembro 2018

(ANS - San Benito Petén) - Para muitas famílias, o Natal é, sem dúvida, a festa mais amada e sincera, uma oportunidade de se reunir, comer juntos, brincar e trocar desejos e presentes.
Neste ano, o padre Giampiero De Nardi, missionário salesiano italiano de San Benito Petén, Guatemala, quis compartilhar a experiência de um Natal diferente.

 

Ele contou a história de Roberto Ceriotti, um dentista brasileiro que passa as férias de Natal na missão de Petèn, desenvolvendo um serviço de voluntariado profissional, ajudando e cuidando daqueles que não podiam pagar por atendimento odontológico. Com ele, vieram também sua mãe e irmã, que o ajudaram durante esse período.

Este foi o segundo ano em que o dr. Ceriotti celebra o nascimento de Jesus Cristo entre os pobres de Petèn, cuidando de muitas pessoas que, de outra maneira, nem saberiam o que é um dentista.

"Esta é a famosa santidade da porta ao lado. A santidade que te faz feliz. A santidade que muda o mundo. A santidade de que todos necessitamos para não nos fecharmos em pequenos problemas cotidianos", diz o padre Giampiero De Nardi.
Pensando nesse generoso dentista, que oferece tratamento àqueles que não podem pagar, o padre Giampiero lembra de uma frase, pronunciada pelo amigo que o apresentou a Roberto Ceriotti, Yan De Lucena. "Temos tanta necessidade desses loucos no mundo", disse uma vez Yan, durante um Harambee.
"Roberto Ceriotti - na verdade, afirma o padre Giampiero - faz parte dessas pessoas malucas que sabem deixar-se de lado para preocupar-se com quem mais precisa. Quem dera houvesse mais pessoas assim no mundo! Sinto-me muito pequeno na presença desta pessoa tão boa e tão ocupada pelo bem do povo de San Benito", prosseguiu.
As dificuldades em San Benito não faltam, mas o padre Giampiero não desiste e continua, incansavelmente, a trabalhar. "Talvez porque – acrescenta ele - Petén nos faz compreender o sentido profundo da vida, o sentido profundo das coisas que o Natal deveria nos lembrar".

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".