Print this page

Coreia do Sul – Um documento histórico para os tradutores salesianos de todo o mundo

26 setembro 2019

(ANS – Seul) – Depois do II Seminário de Tradutores Salesianos feito no Mianmar no mês de agosto, foi publicado o primeiro “Manual para Tradutores Salesianos”, editado pela ‘Don Bosco Media’, de Seul. O manual consta de 72 páginas. Imprimiram-se 300 exemplares.

Esperava-se havia muito tempo por essa publicação: passa agora a ser distribuída entre os Tradutores salesianos da Região Ásia Leste-Oceânia e fora dela. Trata-se de um documento importante para a história salesiana, visto que é o primeiro manual pensado especialmente para tradutores salesianos. O manual foi lançado exatamente pela festa de São Jerônimo, que se celebra em 30 de setembro e que coincide com o Dia Internacional dos Tradutores, proclamada pelas Nações Unidas.

O Manual se compõe de cinco capítulos assim denominados:

Introdução O tradutor salesiano Os processos-chave da tradução O processo da pós-tradução Apêndices

Uma das partes mais significativas de todo o manual é, certamente, a Premissa feita pelo Reitor-Mor, P. Ángel Fernández Artime. São palavras simples e alentadoras, que chegam aos salesianos tradutores e tradutores salesianos, de todo o mundo.

“Há cinco anos – lê-se na Premissa do Reitor-Mor – , quando alguns tradutores da Região Ásia-Leste Oceânia reuniram-se em K'Long, no Vietnã, relembro de haver-lhes dito quão feliz estava eu por iniciativas como aquela, fruto de uma visão profunda e rica. Aqueles salesianos, homens e mulheres, plantaram uma semente”.

O processo que levou à preparação desse manual foi longo. Longo e complexo. Pediu muito empenho aos seus autores. Exigiu numerosas consultas antes de vir à luz. Mas, para continuar a difundir o carisma de Dom Bosco por todo o mundo, era necessário fazê-lo.

“A tradução é importante: foi-o para a Igreja por mais de dois milênios e é-o para a nossa Congregação – escreve ainda o Reitor Maior – . É importante para a Sociedade no seu conjunto, especialmente num mundo globalizado como o nosso. As Nações Unidas, desde 2017, adotaram a Festa de São Jerônimo, Patrono dos tradutores, como ‘Dia Internacional dos Tradutores’. E é estimulante ver que os nossos tradutores salesianos consideraram sua função de tal forma importante que os levou a explicitar o trabalho através de um Manual, visando encorajar outros a assumir tão grande tarefa”.

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".