Print this page

Índia – O P. Á. F. Artime: os jovens de hoje querem ver nos salesianos "a ternura de Deus"

30 outubro 2019

(ANS – Shillong)  A Visita de Animação do Reitor-Mor à Inspetoria de Shillong (INS), que termina hoje, dia 30 de outubro, teve, nos últimos dias, reuniões festivas junto com a população local, e momentos de confraternização com os Coirmãos SDB da Inspetoria.

Após cumprir a etapa de Agartala, o P. Ángel Fernández Artime visitou, na tarde de segunda-feira, 28 de outubro, a Casa Inspetorial, de Shillong, onde cerca de 500 pessoas, trajando vestimentas típicas da Região, aguardavam ansiosas sua chegada. Ainda na Casa Inspetorial, recebeu os cumprimentos oficiais do Inspetor Salesiano, P. Paul Olphindro Lyngkot, e assistiu à apresentação das Bandas musicais do Aspirantado salesiano e ao coro das noviças das Filhas de Maria Auxiliadora. A cerimônia de boas-vindas atingiu seu auge quando o Reitor-Mor retribuiu com música, tocando e cantando para todos os presentes.

Após uma sessão de... fotos com os presentes e saudar a multidão festiva, o Reitor-Mor reuniu-se com o Conselho Inspetorial, com o qual tratou da situação geral da Congregação e do qual recebeu uma visão geral da realidade salesiana da Inspetoria da INS.

Acompanhado por vários salesianos, ontem, terça-feira 29, o P. Á. F. Artime visitou o Teologado Salesiano do Sagrado Coração e Concelebrou com a Comunidade. No aniversário da memória litúrgica do Beato P. Miguel Rua, o Reitor-Mor disse em sua homilia que a Congregação ainda precisa de salesianos genuínos e sinceros como foi o I Sucessor de Dom Bosco. Ele também disse que os jovens de hoje querem ver, nos salesianos, a "ternura de Deus".

Mais tarde, o Reitor-Mor visitou o famoso Museu “Don Bosco Center for Indigenous Cultures”, de Shillong (DBCIC), que exibe ‘peças’ das diferentes culturas das tribos do Nordeste da Índia. Ele visitou as várias seções e admirou os testemunhos culturais exibidos no vasto museu (que ocupa bem sete andares), além de inaugurar o site da instituição.

Em seguida, o Sucessor de Dom Bosco reuniu-se com os Salesianos da Inspetoria, tranquilizando-os sobre o estado das vocações em nível global, mas também lembrando-lhes a necessidade de cuidar do acompanhamento pessoal não apenas dos jovens mas também dos próprios salesianos. Por fim, alertou-os contra as tendências ao individualismo, à imaturidade, ao clericalismo e à busca por poder na vida religiosa.

O encontro se encerrou com o lançamento de um novo livro do salesiano P. Johny Eapen.

ANSFlickr

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".