Print this page

Itália – A 100 anos das primeiras profissões VDB: memória e profecia

06 novembro 2019

(ANS – Roma)  No último dia 26 de outubro completaram-se exatos 100 anos desde que sete jovens fizeram suas profissões como leigas, consagradas e salesianas, lançando as bases do que mais tarde seria o Instituto Secular de Direito Pontifício das ‘Voluntárias de Dom Bosco’ (VDB). Por ocasião do significativo aniversário, a Responsável Geral do Instituto enviou uma carta a todas as voluntárias, reproduzida aqui:

«É belo relembrar esses momentos para renovar nossa vocação e nos comprometermos a ser profetisas no mundo de hoje. Graças à coragem daquelas primeiras irmãs, foi possível a nós (como Instituto) nascermos e, graças à sua fidelidade, sermos hoje um Instituto a serviço da Igreja e do mundo.

Memória

6 de outubro de 1919: As primeiras profissões de nossas irmãs, na época "Zeladoras da Sociedade de São Francisco de Sales", de acordo com o que Luigina Carpanera relata em seu caderno, às páginas 79-87. Gosto de voltar com meu coração àqueles momentos de celebração; sentir a atmosfera vivida; e olhar com gratidão para o que o Espírito Santo fez por nós nestes cem anos.

O local escolhido: a "Capela, nos aposentos (‘camerette’) do Venerável Dom Bosco" que, segundo o Cardeal Cagliero, representou "um sinal muito especial de predestinação".

A poderosa mensagem: "Hoje começam suas novas vida... Consagrem tudo para a salvação das almas...".

Os celebrantes: dois sacerdotes importantes de nossa história salesiana: o Cardeal João Cagliero e o P. Felipe Rinaldi (III Sucessor de Dom Bosco).

A Família Salesiana: representada pelas FMA que acompanharam os primeiros passos do grupo.

Os sentimentos: por duas vezes, no início e no final da crônica, Luigina Carpanera descreve a celebração como "comovente"

Profecia

Mesmo após cem anos, cada uma de nós se vê ainda hoje naquele domingo, 26 de outubro de 1919.

Tomemos um pouco de tempo para, lá onde nos encontrarmos, ficar em silêncio e recordar como nasceu a vocação de cada qual:

- meu primeiro SIM

- o lugar em que fiz a primeira profissão

- todas as pessoas que acompanharam minha vida consagrada

- o caminho percorrido

- os passos que desejo tomar, com confiança em Deus, para realizar Sua vontade.

Tanto para nós quanto para as primeiras irmãs, foi o começo de uma nova vida: todas para Cristo, levar a Igreja ao mundo e o mundo ao coração da Igreja.

"O nosso amor casto, pobre e obediente – que se opõe ao hedonismo e ao culto do corpo, ao lucro e ao materialismo, ao individualismo e à cultura de exclusão – torna-se um anúncio, um testemunho, uma missão, um sinal de amor livre e libertador" (AG 8, p. 6).

Este é o meu desejo para cada uma de nós.

Unidas em oração diária por nossa santificação, com amor em Jesus, vossa

Dagmar K

Responsável Geral VDB

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".