EDITORIAL

Não é uma verdadeira FESTA

Há trinta anos, um muro – símbolo da separação entre os povos – foi destruído. Todos nós celebramos. Hoje a lição já foi esquecida: muros continuam a ser levantados.

Em 1875, Dom Bosco reuniu em seu derredor um grupo de dez jovens prestes a atravessar o Atlântico numa jornada que, para alguns, seria sem volta. Eram quatro horas da tarde. O Santuário de Maria Auxiliadora estava lotado de pessoas e, aos pés da imagem de Maria Auxiliadora, Dom Bosco, com lágrimas aos olhos, saudou os jovens dando-lhes um folheto que trazia "vinte lembretes especiais", lembretes de um pai para seus filhos antes do abraço final, símbolo da sua profunda afeição por eles, escreve o P. Céria. Dez jovens partiam para conquistar o mundo.

Avançam dois tipos de deserto

Aqueles que profetizam desastres nunca foram bem vistos. Hoje menos ainda. Vivemos numa época em que milhões de pessoas ainda acreditam no mito de que a tecnologia resolve tudo.

Homem pressiona cotonete para dentro do ouvido e redefine suas configurações de fábrica.

InfoANS

ANS - “Agência iNfo Salesiana” - é um periódico plurissemanal telemático, órgão de comunicação da Congregação Salesiana, inscrito no Registro da Imprensa do Tribunal de Roma, n. 153/2007. 

Este sítio utiliza ‘cookies’ também de terceiros, para melhorar a experiência do usuário e para fins estatísticos. Escorrendo esta página ou clicando em qualquer de seus elementos, aceita o uso dos ‘cookies’. Para saber mais ou negar o consentimento, clique na tecla "Mais informações".